GURPS Doom!

Capa GURPS Ultra-Lite Doom…GURPS Ultra-Lite, é claro.

Eu estou com uma adaptação completa de GURPS Doom para a 4ª edição, mas enquanto não chega (e já está muito atrasada), fica a versão para GUL, muito mais fácil de fazer.
E por que diabos fazer uma versão em GUL? Pra começar, é mais rápido montar um jogo de Doom, em especial se sua maior preocupação é estourar zumbis, demônios e monstros com armas de fogo avançadas, ao longo de uma instalação científica na superfície de Marte. Na época do lançamento de Doom (que foi praticamente o pai dos FPS), ele era extremamente original e divertido, e até hoje, há pouca coisa tão nostálgica em termos de FPS quanto ele.
Eu já havia feito uma adaptação no meio dos anos 90, para a 3ª edição de GURPS — mas com várias modificações, de maneira a permitir aos jogadores interagir com um universo mais vasto que a invasão demoníaca em Marte e ajustar algumas das tecnologias de armas que eu achava pouco high-tech para meu gosto sofisticado, fruto de extensas leituras de ficção científica da mais alta estirpe.

Depois, vi que era tudo besteira. Bom mesmo era estourar criaturas inumanas sem dó nem piedade, com tiros à queima-roupa de espingarda. Ou vazar um monte deles com uma minigun, queimando cartuchos como se não houvesse um amanhã. Só fazia mesmo falta uma caixa de granadas, mas quem precisa de granadas quando a gente pode partir pra cima dos inimigos com uma motosserra? De qualquer maneira, esta versão simples pode ser impressa em uma única página de formato A4, usando frente e verso e dobrando no meio para criar o folheto. Clique na imagem ou aqui para fazer o download. Críticas e sugestões são bem vindas.

E quem sabe depois não rola uma aventura?

GURPS: Lite, Microlite e Ultra-Lite

Existe uma versão de GURPS (4ª edição, embora ela também existisse na 3ª) chamada GURPS Lite, que é na verdade, GURPS — mas sem algumas centenas de páginas de regras, vantagens, desvantagens, perícias e modificadores. Ou seja, apenas os elementos mais básicos do sistema, que permitem a você fazer uma campanha universal e genérica (dentro de certas limitações) após algumas poucas páginas de leitura. Não, não é complicado. Uma dúzia de perícias, vantagens e desvantagens, alguns equipamentos e armas e voilá: sua campanha está pronta. Continue lendo