Crônica de campanha Senhor dos Anéis: Caradhras

Olá Pessoal! Só para variar, nesse primeiro post de 2016 venho novamente falar sobre o Senhor dos Anéis. Precisamente, sobre um projeto que iniciei no segundo semestre de 2015, que tem como objetivo iniciar jogadores no universo de Tolkien. O sistema escolhido foi O Um Anel da Cubicle 7, que se mostrou bem adaptado para a tarefa de lidar com iniciantes.

O projeto em questão tem como objetivo narrar campanhas curtas, de quatro a cinco sessões, para um média de quatro a seis jogadores e sempre realizando a troca sistemática de jogadores de uma campanha para a outra. A primeira foi narrada em meados de junho e julho de 2015 e nomeada Em Busca do Mago Castanho. A segunda, já com um grupo renovado e mesclando alguns jogadores participantes da primeira campanha, foi nomeada de Caradhras. Vocês verão a cronologia da campanha logo após as fotos.

Para 2016, vou tentar manter mais duas campanhas por ano e uma campanha épica, passada na Primeira Era, utilizando o Sistema CODA. No ano passado acrescentei o universo tolkeniano em um projeto que realizo em uma escola de ensino fundamental menor (onde sou professor). O feedback foi maravilhoso! Pude ver alunos do 5º ano interagindo com a narrativa, muitos conhecedores da versão cinematográfica do SdA e alguns despertando a curiosidade para o universo literário.

Sobre Caradhras, a mesma teve duração de cinco sessões, com a participação de dois jogadores remanescentes de Em Busca do Mago Castanho. Entre os novos participantes, um possuía conhecimento no universo literário e demorou um pouco para saber separar o seu conhecimento do conhecimento do personagem. Alguns, experientes de longa data no RPG, mas que a duras penas foram entrando em sintonia com a malicia sutil da sombra, um mal que age de forma totalmente diferente de outros malefícios em diversos sistemas de narrativa.

Ao final de tudo, o saldo foi muito positivo e é também notória a evolução de quase todo o grupo. Espero que futuramente alguns queiram contar suas próprias estórias na Terra Média. E por que não em 2016? Deixo algumas dicas em Narrando na Terra Média.

Com todos os afazeres de 2016, incluindo os eventos em que estou diretamente envolvido — como Diversão na Lagoa e o RPG na Dunas — manterei como prioridade as narrativas na Terra Média.

Crônica: Caradhras
Sistema: Um Anel
Personagens: Lofár, filho de Dorák (Anão), Anar, filho de Arthar (Anão), Edrahill (Elfo), Beran (Homem da floresta), Theuderic (Homem da floresta) e Balbo Tûk (Hobbit).

 

2994 TE: Janeiro

20: Reunião em Rhosgobel com Radagast.

21: Partida de Rhosgobel em direção a Vila dos Homens da Floresta; encontro com uma patrulha Orc e uma aranha adormecida. O grupo consegue fugir da patrulha.

22: Chegada à Vila dos Homens da Floresta. E retirada do povo.

23: O grupo avista a fumaça das casas incendiadas pelos orcs na vila.

24: Chegada ao Salão da Floresta, as criaturas das sombras não se aproximam. Conversa com Amalric.

25: Partida para o Anduin, chuva e frio se intensificam, em meio aos relâmpagos a visão de Beorn. O grupo decide sair do território do Urso.

26: Retorno às margens da Floresta das Trevas, a fumaça da Vila ainda é um pouco perceptível ao elfo. Uma flecha negra é disparada no meio da noite.

28: Chegada às margens do Anduin e travessia. Lofár é acertado por Ulzog, os orcs se revelam: é uma patrulha com um total de onze. Chegada aos charcos dos Campos de Lís.

29: O Grupo avança para o Norte, para fugir dos charcos. Balbo desaparece, Theuderic encontra seu “rastro” em direção aos Campos de Lís, sul. O Hobbit saiu para o Oeste, encontra uma caverna, um Troll e também o seu fim. Os demais atravessam o charco, encontram rastros em direção ao Sul e decidem seguir, acreditando que sejam os de Balbo.

30: Beran desaparece do acampamento. O grupo segue viagem e encontra Durmegil.

31: O grupo é atacado por uma patrulha orc, mas conseguem sobreviver ao ataque. Beran encontra Balbo, indiretamente foi ajudado por Beorn.

 

2994 TE: Fevereiro

01: O grupo segue viagem para Lórien.

03: À noite são emboscados por Ulzog e fogem em direção a Lórien. Lofár é gravemente ferido. Edrahill consegue chegar à floresta e solicitar ajuda ao elfos que auxiliam o grupo, juntamente com Beran e Beorn, que chegam do norte. Balbo está vivo. Descansando em Lorien, o grupo é recebido por Lerenil. Os ferimentos são amenizados.

04: Edrahill, em sonhos, fala com a dama de Lórien. O grupo não recebe autorização para entrar em Caras Galadhon. Mas a mensagem de ajuda é enviada pelos batedores élficos.

05: O grupo parte de Lórien em direção ao passo do Chifre Vermelho. À noite, são emboscados por Ulzog, derrotados e o orc leva Balbo na boca do seu Warg. Lófar está novamente em estado grave. Lobo, o cão da floresta que foi atacado pelo Warg de Ulzog, está em estado grave. Edrahill e Theuderic decidem seguir o rastro de Ulzog. Anar e Beran cuidam dos feridos.

06: Anar sai em busca de ajuda.

07: Edrahill e Theuderic perdem o rastro próximo ao Lago Espelho e decidem seguir para o Passo do Chifre Vermelho.

08: Anar Chega a Lórien, encontra Khalmir e juntos, voltam para ajudar os amigos. À noite, Edrahill e Theuderic chegam a Chifre Vermelho, não veem mudanças e perigos na passagem.

10: Anar retorna e resgata os companheiros feridos. Edrahill e Theuderic retornam para Lórien, ainda buscando rastros de Ulzog.

12: Anar e Beran chegam em Khazad Dûm com os feridos. E descobrem que a colonização falhou e que Balin está morto. Anar está fascinado com a casa antiga e quer protegê-la a todo custo. À noite, chegam ao local da batalha, mas não acham seus amigos e decidem se abrigar na floresta.

13: Encontram Lerenil, que os informa que os amigos foram para Moria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s