Sombras de Nova Iorque – Sessão 2

E a sessão seguinte (em pleno 25 de dezembro, entre os restos das ceias de Natal) contou com a turma inteira, incluindo dois personagens que tiveram pouca ou nenhuma atuação no jogo anterior:

Gabriel Dorn (elfo, adepto somático): recém-saído de uma pequena empresa de segurança corporada, Gabriel é um especialista em artes marciais capaz de partir ossos, madeira ou metal com seus golpes — não faz muita diferença para ele. Só para garantir, ele carrega uma AK-97 com munição explosiva. Nunca se sabe quando seu kung-fu não vai ser o bastante.

John Smith (humano, fusor): vítima de um acidente — ou teria sido algo proposital? — que o deixou sem nenhuma memória de seu passado, além de suas habilidades quase sobrenaturais de pilotar veículos, consertá-los e modificá-los para que tornem-se máquinas de guerra precisas e invencíveis. E ainda tem gente que o paga para isso.. Não é tão mau assim viver sem passado, afinal de contas.

Na sessão anterior, o grupo havia descoberto através de um especialista em SINAs falsos que seu alvo, Lin Yao, a fugitiva da tríade de Denver, aparentemente, havia feito um trato com a Yakuza. Ela foi vista pela última vez entrando em um prédio corporado. Depois de muita discussão, Takashi consegue acesso a um canal de vídeo interno da área, através de sinuosas viagens no underground nova-iorquino, cruzando esquecidas estações e túneis de metrô, prédios semi-soterrados e canais de esgoto desativados. E contou com a ajuda de um elemental da terra invocado por Doc, que abriu caminho através de todos estes obstáculos. Após plugar seu commlink na rede de vídeo de segurança, Takashi confirma a presença de Lin no local e a sua saída, que será em um veículo blindado de segurança, com dois guarda-costas aparentemente cromados até os ossos.

A solução foi armar uma emboscada e reforçar o grupo com o auxílio de um fusor (tcharããã! Eis que chega John Smith!). Quando o veículo segue para o bairro de Terminal, Smith toma controle do piloto automático do carro, hackeando-o com a ajuda de Takashi e faz o carro acelerar e então freiar bruscamente, destravando antes os cintos de segurança dos guarda-costas de Lin. Um deles atravessa o vidro blindado do pára-brisa — que não parece ser um bom sinal para seu monitor de dano — enquanto o outro tem um encontro desagradável com o banco da frente. Sob um novo comando do fusor, o motor morre e as portas se abrem. Doc lança um raio atordoante no guarda-costas restante (ainda vivo e consciente, graças aos seus implantes), que cai do carro para o calçamento, onde Nora o espera para terminar o serviço com três disparos bem-dados da sua Ares Predator à queima-roupa.

Dorn, completamente invisível em seu traje camaleão, coloca Lin para dormir com um toque de luva taser. Nora algema a mulher até pelos ovários, para em seguida jogá-la no porta-malas do Mercury Comet de Isobel. Ela rapidamente marca um encontro com Miguel Sanchez no Harlem espanhol, o mais cedo possível, que para Sanchez quer dizer agora. Em um estacionamento de shopping de terceira categoria, eles fazem a troca do alvo pelos credisticks cheio de Nuienes de Sanchez, que até aceita pagar um extra pelo carro só para não ter que tirar a mulher do porta-malas. Depois de negociar um pouco, Isobel sente-se satisfeita por vender o carro 30% a mais do que ele valia e faz o trato.

Alguns minutos depois, os runners saem do estacionamento sentindo-se vitoriosos. Agora, se todos os outros serviços forem tão fáceis assim…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s