Sombras de Nova Iorque – Sessão 2

E a sessão seguinte (em pleno 25 de dezembro, entre os restos das ceias de Natal) contou com a turma inteira, incluindo dois personagens que tiveram pouca ou nenhuma atuação no jogo anterior:

Gabriel Dorn (elfo, adepto somático): recém-saído de uma pequena empresa de segurança corporada, Gabriel é um especialista em artes marciais capaz de partir ossos, madeira ou metal com seus golpes — não faz muita diferença para ele. Só para garantir, ele carrega uma AK-97 com munição explosiva. Nunca se sabe quando seu kung-fu não vai ser o bastante.

John Smith (humano, fusor): vítima de um acidente — ou teria sido algo proposital? — que o deixou sem nenhuma memória de seu passado, além de suas habilidades quase sobrenaturais de pilotar veículos, consertá-los e modificá-los para que tornem-se máquinas de guerra precisas e invencíveis. E ainda tem gente que o paga para isso.. Não é tão mau assim viver sem passado, afinal de contas. Continue lendo

Anúncios

Shadowrun 2070 – Sombras de Nova Iorque

E começamos mais uma vez nossa campanha de Shadowrun. Às vezes, eu tenho a impressão de que passei mais tempo jogando Shadowrun que qualquer outro RPG em minha vida, desde a segunda edição (início dos anos 90, quando foi lançado aqui pela primeira vez pela finada Ediouro). Eu não tenho tantos livros de Shadowrun quanto de GURPS, mas chega perto. Pode-se dizer que é minha segunda paixão em termos de ambientações de ficção científica, seguida de perto por Transhuman Space, Eclipse Phase e  o clásscio Cyberpunk 2020. De qualquer maneira, neste último sábado, iniciamos nossa nova campanha, ambientada na Nova Iorque de 2070, ano do cenário da 4ª edição de Shadowrun. Continue lendo

Campanhas de final de ano

…e novamente eu chego em uma encruzilhada de campanhas. Com alguns meses sem jogar a campanha recém-natimorta de Guerra nas Estrelas, eu estou colocando uma fé danada em Shadowrun como substituto final para a campanha principal dos sábados, tendo como estepe (para quando Dudu não puder comparecer) uma campanha de OD&D que iniciamos na semana retrasada, quando tanto Dana quanto Dudu (o casal d20 – mas não deixe ele ouvir você dizendo isso) não puderam vir, devido a questões de trabalho (Dana juntando dinheiro para comprar seu IPhone 4). Continue lendo